Alimentação x atividade física: que tipo de alimento consumir no pré e pós-treino

Manter o corpo em movimento faz bem, mas é preciso estar atento também no tipo de alimento que estamos colocando em nossos pratos diariamente. A combinação entre alimentação e atividade física é fundamental para manter a saúde em dia.


Ao abandonar o sedentarismo, as pessoas geralmente acabam realizando somente uma avaliação física com um médico, deixando de lado outros aspectos importantes: sua alimentação e seu estado nutricional.


Em busca do emagrecimento ou mesmo do ganho de massa muscular, quando começam a praticar atividade física, muitas pessoas tomam decisões erradas na hora de ingerir (ou não ingerir) determinados alimentos.


A avaliação do estado nutricional e a alimentação equilibrada e individualizada contribuem para que o treino seja desenvolvido da melhor forma, garantindo que o “atleta” fique somente com os benefícios da atividade física, sem danos à sua saúde.


Fazer atividade física em jejum, por exemplo, pode causar hipoglicemia, ou seja, a redução dos níveis de açúcar no sangue, prejudicando a concentração, o equilíbrio e a mobilidade, e até mesmo provocando desmaios durante a atividade.


Confira as dicas dos nutricionistas do Icesp para acertar na escolha dos alimentos consumidos antes e depois da atividade física:


Pré-treino

  • Queijos com o mínimo de gordura possível, como o queijo branco;
  • Carboidratos de lenta absorção, como o do pão integral e da batata-doce;


Pós-treino

  • Proteínas magras, como frangos e iogurtes com baixo teor de gordura;
  • Carboidratos, exceto açúcar, para auxiliar na absorção de proteínas;
  • Vegetais e frutas, como a banana.


Últimos posts

LEAVE A COMMENT